1. Posso pintar paredes internas e externas utilizando tinta esmalte, óleo ou verniz para madeira?
    R:

    A aplicação pode ser feita, no entanto a remoção para posterior repintura é complexa, exigindo mão-de-obra adicional. Também, ela pode “sufocar” a parede, facilitando a aparição de bolhas e descascamentos. Para as superfícies de alvenaria recomendamos tintas acrílicas e PVA.

  2. Por que com a chegada do inverno, as tintas, principalmente as sintéticas, demoram mais para secar?
    R:

    As tintas secam através de uma reação química que, no caso das tintas sintéticas, chama-se oxidação. Essa reação, assim como a maioria das reações químicas, é influenciada pela temperatura. Geralmente a temperatura ambiente mais elevada favorece a oxidação mais rápida, por conseguinte acelera a secagem da tinta. O inverso também acontece, isto é, temperaturas mais baixas retardam a reação química, conseqüentemente, retardam a secagem da tinta.

  3. Toda pintura que faço na minha casa apresenta bolhas e descascamento próximos ao rodapé. Gostaria de eliminar este problema e ouvi dizer que a tinta fachada, por ser impermeável, é ideal para este caso. Isso é verdade?
    R:

    A tinta fachada (acrílico 100% elastomérico) é muito eficiente para resolver problemas de fissuras e para impermeabilizar superfícies contra a umidade que tenta penetrar na parede de fora para dentro. Pela nossa experiência, o seu problema deve-se à presença de umidade no interior da parede, que pode ser causada por vazamentos em canos ou falha na impermeabilização do alicerce da casa. Conseqüentemente, a umidade do solo ou do vazamento sobe pela parede através da capilaridade, danificando a pintura de dentro para fora. Não existe forma segura de resolver este problema através de pintura. Deve-se procurar um especialista em impermeabilizações para avaliar o caso corretamente e fazer a melhor indicação.

  4. O que faço com a tinta que sobrou?
    R:

    Se desejar guardar a tinta que sobrou, guarde-a em um lugar coberto, sempre na posição vertical e sem movimentação. Tintas que ficam guardadas por muito tempo podem formar uma película resultante da ação do ar. Para evitar isso, tampe bem a lata e a conserve de cabeça para cima. Se não deseja guardar a tinta, doe-as a amigos ou vizinhos ou a instituições de caridade. Nunca a despeje pelo ralo ou em outros cursos de água. Devemos fechar a lata de maneira que não exista a possibilidade da entrada de ar. O local não deve ter umidade ou calor excessivo. 
    IMPORTANTE! INFORMAMOS QUE A VALIDADE DE UM PRODUTO ESTÁ CONDICIONADA AO PERIODO DE ESTOCAGEM QUE A EMBALAGEM RESISTE, APÓS A ABERTURA RECOMENDAMOS A UTILIZAÇÃO O MAIS BREVE POSSÍVEL.

  5. O que é acabamento acetinado?
    R:

    Possui o brilho intermediário entre o fosco e o semibrilho. Sua intensidade de brilho tem a capacidade de disfarçar ou não revelar imperfeições da parede, propiciando ainda facilidade de limpeza.

  6. É possível remover a Laca de um móvel de forma a poder envernizar a madeira depois?
    R:

    Sem dúvida, mas não se esqueça que a laca utilizada para pintar móveis é um produto automotivo (laca nitrocelulose) e que sua remoção deve ser feita com produto apropriado para esse tipo de tinta. Uma dica fundamental é que todos os resíduos deste removedor devem ser completamente eliminados com thinner antes do envernizamento ou da nova pintura, caso contrário certamente ocorrerão problemas. Atenção especial deve ser dada às madeiras do tipo aglomerado ou compensado, pois o uso de thinner poderá reagir com a cola usadas nessas superfícies, danificando a peça.