INSPIRE-SE

Compartilhe


Como escolher a cor certa para cada ambiente

Sala com parede vermelha, 3 quadros brancos, um sofá cinza, um tapete cinza, um pufe vermelho e três vasos de plantas à direita.

Parede pintada com a tinta Spring Cosmos, da Leinertex

Como escolher a cor certa para cada ambiente. Você quer pintar sua casa, mas não sabe. São muitas opções, muitos tons, muitas tintas, então por onde começar?

Não se engane, a pintura de um ambiente pode parecer simples, mas existem muitos fatores que influenciam o resultado. Isso porque, cada cor transmite sensações e sentimentos que precisam ser levados em consideração. Sem falar nos tons e misturas.

Por isso, nós, da Leinertex, preparamos esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre cores, ambientes e tintas. Boa leitura!

Sensações e sentimentos – A cor certa para cada ambiente

Você decidiu deixar a casa com a sua cara. Por essa razão, quer usar cores em todos os espaços. Mas você realmente conhece as cores e as sensações que elas transmitem?

Apesar de ser um tema bastante subjetivo, as cores têm influência em nosso humor. Fora que podem realmente trazer sensações como bem estar ou ansiedade. E ainda há questões de gosto pessoal e memórias afetivas. Assim, uma cor pode representar algo importante para você, mas não para outras pessoas.

Então vamos conhecer mais sobre as cores.

Cores primárias, secundárias e terciárias

As chamadas cores primárias são aquelas que dão origem a todas as outras. São elas o azul, o amarelo e o vermelho, além do branco. Todas as demais cores e tons são combinações.

Já as cores secundárias são aquelas formadas pela mistura de duas ou mais cores primárias. Por exemplo, é o caso do laranja (vermelho + amarelo), do verde (azul + amarelo), do roxo (azul + vermelho) e do cinza (preto + branco).

Existem ainda as terciárias, obtidas através de misturas de cores secundárias ou de diferentes tonalidades. Mas o mais importante de conhecer as cores é a forma como elas compõem e ajudam na decoração.

Combinações e composições

Você já conhece a natureza das cores. Então é o momento de entender como elas dialogam e compõem um ambiente, para definir como escolher a cor certa para cada ambiente.

Para começar, é importante lembrar que portas, janelas, móveis e objetos de decoração precisam dividir o mesmo espaço. Desse modo, escolher a cor certa para cada ambiente exige, muitas vezes, mudar estofados e buscar outras soluções para quadros e mesinhas.

Um dos truques para compor um ambiente é buscar cores análogas. Isso porque elas são cores próximas, como o amarelo, vermelho e laranja, por exemplo. Ao buscar isso, você traz harmonia para o espaço.

Outra opção são cores complementares. Ou seja, cores opostas em um círculo cromático, mas que se completam. São exemplos disso, o vermelho e o verde, o laranja e o azul e o amarelo e o roxo.

Vale também misturar cores quentes e frias. Isso pode ser feito tanto com tons quanto com cores puras. O vermelho, o amarelo são exemplos quentes, enquanto o azul e o verde são frios.

Por fim, é possível compor ambientes monocromáticos (já fizemos um post sobre isso) ou usar o degradê ou o ombrè (também já falamos). São opções que exploram apenas uma cor e suas possibilidades.

Mas afinal o que cada cor representa?

A cor certa para cada ambiente – Vermelho

Umas das cores primárias, é forte, marcante e quente. Nos aspectos positivos, traz energia, alegria e criatividade para qualquer ambiente. Pode estimular a comunicação, o apetite e até a energia sexual. É a cor do fogo, da paixão, do coração.

Por outro lado, o excesso de vermelho pesa o ambiente. E, por isso, gera inquietação, nervosismo, insônia e até promove confrontos. Não à toa é a cor associada à guerra e revoluções.

É mais indicado para cozinhas e salas de jantar. Mas mesmo assim, deve ser utilizado com parcimônia. Pinte uma parede e tenha alguns objetos vermelhos, para compor, e deixe as demais em um tom mais neutro.

Sala colorida

Parede pintada com as tintas Amarelo Terra e Branco Neve, da Leinertex.

Amarelo

Outra cor primária, é ligada a luminosidade e juventude. Assim, espaços amarelos trazem alegria, leveza, otimismo e inspiração. A cor favorece a criatividade, a concentração e a comunicação. Símbolo do sol, pode ser usado em vários tons, variando do mostarda ao amarelo vivo.

Por ser tão viva e quente, não é recomendado seu uso excessivo. A predominância do amarelo pode provocar distração, dificuldade de raciocínio e ansiedade;

É a cor ideal para ambientes escuros, sem janelas ou outros pontos de iluminação. Com moderação, funciona bem em escritórios, salas de estudo e áreas de lazer.

Laranja

Resultado da mistura de vermelho e amarelo, traz características das duas, mas tem uma personalidade própria. É considerada a cor da comunicação, da alegria e da prosperidade. Está ligada também à assimilação de novas ideias e à criatividade.

Mas tanta energia tem um lado negativo. O laranja está associado ao nervosismo, à ansiedade e ao descontentamento. Seu uso excessivo pode aflorar a irritabilidade.

Recomendado, com moderação, para salas de estar, cozinhas e locais de encontros e comemorações.

Verde

Ponto de equilíbrio entre o claro e o escuro, é formado pela junção de azul e amarelo. Por isso, é quase um coringa, harmonizando facilmente com outras cores. Está associada ao crescimento, bem estar e esperança. Assim, traz segurança, tranquilidade e equilíbrio.

Se utilizada com sabedoria, pode ser reconfortante e estimulante. Mas se misturada a outras cores quentes,como o vermelho e o amarelo, pode gerar sentimentos de inveja, posse e raiva.

Pode entrar em praticamente qualquer ambiente. Sua variedade de tons permite composições em quartos, salas e varandas. É recomendada especialmente para banheiros e lavabos, para aumentar a energia do local.

Azul

Mais uma cor primária, transmite tranquilidade, harmonia e paz. Seu uso causa impressão de profundidade a um ambiente. É associada ao lado mais racional e técnico, gerando uma sensação de segurança. Considerada sedativa e curativa, ajuda a diminuir a circulação sanguínea, a reduzir a temperatura corporal e a baixar a pressão arterial.

Por essa razão, deve ser evitada em lugares frios. Em tons mais fechados, um ambiente azul pode deprimir e aumentar a sensação de tristeza e abandono.

Por outro lado, em tons mais claros, é perfeito para quarto de crianças e de adultos. É indicado ainda para ambientes mais formais, como recepções e escritórios.

Roxo

Resultado da mistura de azul e vermelho, é a cor do mistério e do mundo espiritual. Está associada a ciclos de mudança e transmutações, sendo utilizada em ritos e cerimônias. Traz também sensações de sobriedade, feminilidade e luxo.

Deve sempre ser usada com moderação. Por ser sombria, transmite sensações de tristeza e introspecção, chegando a gerar melancolia e até depressão.

Se usada de forma correta, funciona bem em salas de estar, corredores e ambientes de meditação e reflexão.

Rosa

Ligada ao feminino, é gerada da mistura de vermelho e branco. Ela transmite afeto, e sensação de acolhimento. Símbolo de romantismo e ingenuidade, está também associada à pureza e delicadeza.

Por ser tão ligado à suavidade e ternura, o rosa pode gerar sensações de fragilidade, impotência e insegurança.

Seu uso mais comum é em quartos de meninas. Mas, em seus tons mais sóbrios, pode ser utilizado em praticamente qualquer espaço. Ótima opção para hall de entrada e salas de estar.

Cinza

Resultado da mistura de branco e preto, se equilibra entre a luz e a sombra. Justamente por isso, é neutro, elegante e ligado à ausência de sentimentos. Por seu caráter, está associado à solidez, estabilidade e sabedoria, sendo ideal para a mediação de conflitos.

Ao mesmo tempo, é considerada uma cor passiva, sem a capacidade de estimular ou tranquilizar. Apesar disso, está ligada ao tédio, tristeza e introspecção.

Por ser neutra, pode ser utilizada em qualquer cômodo. Especialmente se mesclada a outras cores ou com peças coloridas de decoração.

Preto

Elegante e sofisticado, é a mistura das três cores primárias e participa de muitas composições. Na verdade, tecnicamente, representa a ausência de luz, não sendo considerado cor. É o símbolo de seriedade, prudência e sofisticação.

Nunca deve estar presente em todas as paredes de um cômodo. Seu uso exagerado, pode deixar um ambiente sombrio, lúgubre e triste. E ainda gerar sensações de dor, medo e solidão.

Mas se bem utilizado, traz modernidade e elegância. Indicado para salas de estar e locais para receber visitas. Permite uma infinidade de misturas e combina com qualquer cor.

Branco

Outra cor primária, o branco simboliza a neutralidade. Traz sensações de limpeza, claridade e amplitude para qualquer ambiente. Está diretamente ligada à paz, calma e tranquilidade.

Apesar de ser a cor mais utilizada em ambientes internos no Brasil, um espaço excessivamente branco pode causar tédio e dificuldade de concentração. Além disso, está ligada a frieza, vazio e impessoalidade.

É indicada e geralmente está presente em todos os cômodos de uma casa. Sua maior vantagem é a neutralidade, combinando, perfeitamente, com qualquer cor, móvel ou objeto de decoração.

Agora só falta escolher a cor certa para cada ambiente.

Mas qual a cor certa para cada ambiente?

Sala

Sala pintada com a tinta Leinertex Pacific Panorama.

Nós já passamos pelas cores e suas sensações. Então, agora, é a hora de entender como cada ambiente pode e deve ser composto.

O primeiro ponto para definir a cor certa para cada ambiente é entender sua utilização. De um modo geral, as cores mais quentes (também já falamos sobre isso) são indicadas para locais mais movimentados, como sala de estar, sala de jantar e cozinha. Já as cores mais frias para ambientes de descanso como quartos, banheiros e salas de TV.

No entanto, não existe uma regra rígida. É preciso pensar caso a caso. Então, vamos detalhar cada cômodo.

Sala de estar

Normalmente é o espaço de entrada da casa e onde se costuma receber visitas. Por isso, pode receber tons impactantes, para estimular a interação. Assim, roxo, laranja e amarelo são boas opções, sempre intercaladas com cores mais neutras. Uma opção é manter todas as paredes com branco e suas matizes e escolher uma para destacar com a cor.

Mas tudo depende, claro, do tamanho e da iluminação do ambiente. Se sua sala for grande, por exemplo, cores mais escuras deixam o espaço mais aconchegante. Por outro lado, se for pequena, cores mais claras ampliam o cômodo.

A iluminação também tem grande influência. Um ambiente com muita luz natural, pode receber cores mais escuras como o cinza e o azul marinho. Do mesmo jeito, se a sala for escura, um amarelo ou laranja traz vida para o espaço.

Sala de jantar

A sala de jantar permite mais ousadia. Por suas características, cores fortes como o vermelho e o laranja casam bem com o ambiente. As duas cores estimulam a energia e o apetite.

Se sua opção for para um espaço mais elegante e luxuoso, aposte no roxo e nos tons de cinza. Uma composição de cores também pode surpreender e agradar.

Cozinha

Esqueça o azulejo branco! A cozinha pode, e deve, ser criativa e colorida. Uma das melhores opções é o laranja. Conhecido por despertar o apetite, ele traz ainda energia e ilumina o ambiente. Para não pesar, o laranja pode ser intercalado com tons de bege e marrom, como o terracota.

O vermelho e o amarelo são cores que vão muito bem na cozinha também. Especialmente para cozinhas pequenas e pouco iluminadas. O ideal é conjugar cores e elementos mais neutros. Se suas paredes são coloridas, opte por eletrodomésticos de cores neutras.

Banheiros

Se há um ambiente que pode variar muito, é o banheiro. Ele pode receber praticamente qualquer cor, dependendo do estilo adotado.

Para os clássicos, as cores claras são o caminho mais seguro. Como os banheiros, normalmente, são pequenos, elas ampliam o ambiente. Mas se quiser uma pegada um pouco mais moderna e elegante, aposte no cinza.

Se o cômodo for escuro, aposte no amarelo ou laranja. Eles iluminam o ambiente e trazem energia. O vermelho também tem um efeito de alegrar e até reforçar a criatividade.

Agora, se você quiser ousar, escolha cores vivas. O rosa, o lilás e o azul podem deixar o ambiente mais agradável do que se imagina. Mas se busca tranquilidade e bem estar, o verde é a sua cor.

 

Quarto infantil

Parede pintada com a tinta Exotic Love, da Leinertex

Quartos

Quartos, em geral, são espaços que pedem paz e tranquilidade. Para recarregar as energias o azul, é uma ótima escolha. E pode ser tanto em tons mais escuros quanto mais claros.

Outra boa opção pensando em bem estar e relaxamento é o verde. Além de boas energias, a cor incita a criatividade. Mas se você busca mais elegância e sofisticação, uma parede cinza é sua solução.

Mas dá para ser mais ousado. Amarelo, vermelho e até roxo podem compor muito bem um quarto. O segredo é a intensidade. Opte sempre por tons mais leves e claros e solte sua criatividade.

Já para quartos de criança, dá para ir além do azul para os meninos e rosa para meninas. Cores alegres como amarelo, laranja e verde, podem compor ambientes incríveis para os dois sexos. Uma dica é construir uma paisagem com o verde na parte de baixo o amarelo no centro e o azul, salpicado de branco, na parte de cima.

Varandas e ambientes externos

Por se tratar de um espaço aberto, essas áreas aceitam cores mais fortes. O vermelho é uma excelente opção, especialmente se combinada com tons terrosos como marrom e bege.

Mas várias outras cores vão bem também em áreas externas. O amarelo, o laranja e o verde compõe perfeitamente o ambiente, sem tanta necessidade cores neutras para completar,

Mas qual tinta eu devo usar?

Você já decidiu como escolher a cor certa para cada ambiente. Mas ainda falta definir que tinta usar. Existem muitas opções, tipos, linhas e marcas, como escolher?

Para começar, escolha o tipo. A tinta mais adequada tanto para ambientes internos quanto externos é a acrílica (você confere a razão aqui). Ela reúne todas as características para você ter um bom resultado. Ela rende bem, tem secagem rápida e alta durabilidade.

Normalmente, as principais marcas de tinta tem diferentes linhas: a econômica, a standard e a premium. Os valores variam de acordo com as características. A mais indicada é a premium, que apesar de um pouco mais cara, rende melhor, e também é encontrada com acabamento lavável, tem diferentes opções de textura e dura até três vezes mais.

A respeito da marca, sua melhor escolha é, claro, a Tinta Leinertex. Líder de vendas nas regiões Centro Oeste e Norte e presente em mais de 15 estados do Brasil. A marca tem uma linha completa de produtos e o sistema tintométrico, com mais de 2 mil cores para pintar sua casa.


Siga a Leinertex nas redes sociais